A Faculdade de Formação de Professores, criada pela FAPERJ em 1973, foi reincorporada pela UERJ, em 1987, permanecendo desde então. Em sua trajetória histórica, tem crescido na estrutura acadêmica, contando hoje com 6 (seis) cursos de licenciatura plena, 9 (nove) cursos de pós-graduação (especialização); 6 (seis mestrados – sendo 4 acadêmicos e 2 profissionais) e um doutorado.

    Nos seus mais de 40 anos de existência, a Faculdade de Formação de Professores estabeleceu uma relação estreita e cotidiana com as demandas e desafios colocados por questões centrais da vida econômica, política e social dos municípios próximos. Destacam-se os temas relativos ao diálogo com as redes educacionais, ao cotidiano da escola e aos processos formativos iniciais e contínuos de professores, bem como as repercussões sociais e culturais da instituição escolar, dos poderes públicos e dos movimentos sociais. Essa implicação com os problemas centrais da região, sobretudo das redes educacionais, das questões urbanas e ambientais, constitui um espaço determinante de nossas práticas de pesquisa, ensino e extensão, favorecendo o enraizamento social e institucional da UERJ como um importante polo universitário regional. As interlocuções e relações sistemáticas com movimentos sociais, administrações públicas, categorias profissionais, instituições e fóruns no campo educacional vinculados a outras políticas sociais solidificam-se por meio de projetos, eventos e cursos de extensão; bem como na participação da FFP na composição de conselhos de políticas públicas e, de programas temáticos e em convênios de cooperação. Estas interações enriquecem o conhecimento produzido e ampliam a relevância científica e social da Universidade no Leste Fluminense.

    No campo da pós-graduação são quatro mestrados acadêmicos: Mestrado em História Social do Território, em funcionamento desde 2006 e o Mestrado em Educação - Processos Formativos e Desigualdades Sociais, em funcionamento desde 2009; Mestrado em Geografia: Produção Social do Espaço, Natureza, Política e Processos Formativos em Geografia; Mestrado em Ensino de Ciências, Ambiente e Sociedade, em funcionamento desde 2012. Em 2014 tiveram início as atividades de dois mestrados profissionais: O Mestrado Profissional em História e o Mestrado Profissional em Letras, nos quais a FFP está integrando a rede nacional do Programa de Mestrado Profissional para Qualificação de Professores da Educação Básica (PROEB), que tem por objetivo fomentar a manutenção e desenvolvimento dos programas de pós-graduação em mestrado profissional recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para qualificação de docentes do ensino básico das redes públicas.

 

Formas de ingresso

    O ingresso aos cursos de graduação dá-se por meio de concurso vestibular sob a responsabilidade do DSEA/UERJ e por meio de transferência ou aproveitamento de estudos. Por sua vez, o ingresso aos cursos de pós-graduação é feito por meio de processos seletivos, via editais públicos, realizados no âmbito da própria FFP.

 

Galeria de imagens

 

 English Version